AOS HERÓIS, O RECONHECIMENTO

Deixe um comentário

8 de maio de 2017 por Lucas Rafael Chianello

No dia 8 de maio de 1945, diante da iminente vitória do Exército Vermelho na Segunda Guerra Mundial, argelinas e argelinos saíram às ruas de Sétif, Guelma e Kherrata para reivindicarem a independência do país, obtida em 5 de julho de 1962.

As manifestações foram convocadas pelo PPA (Partido do Povo Argelino) e os colonizadores franceses proibiram a exibição de bandeiras em defesa da independência da Argélia, até que um jovem de 20 anos desobedeceu a ordem e foi assassinado pela polícia francesa, que posteriormente contou com o reforço do exército, o que deflagrou o episódio conhecido como Massacre de Sétif, Guelma e Kherrata.

Em depoimento ao documentário Os Rebeldes do Futebol, apresentado pelo ex-atacante francês Eric Cantona, o ex-atleta de futebol argelino Rachid Mekhloufi, nascido em Sétif, declarou que sua deserção do Saint-Étienne para o combinado da Força de Libertação Nacional se deu, também, devido a ele ter presenciado o massacre em sua terra natal.

Ao povo argelino, à sua histórica luta pela independência e, postumamente, às vítimas do Massacre de Sétif, toda a solidariedade deste Blog Chianéllico, defensor da autodeterminação e soberania dos povos do mundo.

Massacre Sétif

Corpos de argelinos mortos no chamado Massacre de Sétif, Guelma e Kherrata são estendidos ao lado de um campo de futebol.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: