CARTA ABERTA AO AMIGO-IRMÃO FABRICIO AUGUSTO DAMAZIO: ATLETIBA HISTÓRICO

Deixe um comentário

2 de março de 2017 por Lucas Rafael Chianello

Querido amigo-irmão, como as coisas estão por aí?

Hoje é um daqueles dias em que queria falar de futebol com você madrugada adentro, nem que fosse para trabalhar com sono no outro dia.

Na Arena da Baixada, Atlético Paranaense e Coritiba duelaram pelo primeiro clássico regional da história do futebol brasileiro transmitido via rede mundial de computadores.

Transmissão essa para nenhum global colocar defeito: imagem extremamente nítida, nenhum problema na transmissão do sinal e uma equipe técnica totalmente dinâmica e interativa, conforme manda o mínimo aceitável para os nossos tempos.

O resultado, 2×0 para os rubro negros (Crysan e Luis Henrique), é o que menos importa.

Fica a lição do que disse o Antero Greco, dos canais ESPN: federações não possuem mais qualquer serventia; a CBF (reformulada e repaginada, claro) deveria cuidar apenas da seleção brasileira e os próprios clubes, através de uma liga, promoverem tanto o Campeonato Brasileiro como os campeonatos estaduais, a partir do que pensarem ser o melhor.

Em 2011, caro amigo-irmão, perdemos uma grande oportunidade: o Corinthians, presidido pelo Andrés Sanchez, implodiu o Clube dos 13 em troca do pacotão escalonado da Globo, que para ter a maioria dos clubes do seu lado, negociou com a Corrupção Brasileira do Futebol o reconhecimento oficial das Taças Brasil e dos torneios Roberto Gomes Pedrosa.

Resultado: a mini-licitação do Clube dos 13, que continha uma proposta de divisão igualitária dos direitos televisivos que seriam pagos pela Rede TV!, não serviu nem para papel higiênico.

Foi atrasada, em mais uma década, a gestão comercial do futebol brasileiro, arcaica se comparada, por exemplo, aos grandes países capitalistas do mundo.

Na Premier League, o campeonato inglês, metade dos direitos de TV são distribuídos igualmente entre os clubes e a outra metade conforme a classificação na temporada anterior.

Na NFL, a liga do futebol americano, os direitos de TV são distribuídos igualmente entre as franquias, ou seja, Inglaterra e Estados Unidos, os dois grandes países apóstolos do capitalismo, possuem modelos comerciais de ligas esportivas mais modernos e igualitários do que do futebol brasileiro, também capitalista.

Como a Globo, emissora de TV oficial da ditadura militar, não possui concorrentes, ela simplesmente deu um preço para Atlético PR e Coritiba, que disseram não.

No dia para o qual a partida estava marcada, o árbitro do jogo foi impedido de iniciá-la sob a alegação de que a produtora contratada para a transmissão não tinha credenciamento.

De nada adiantou.

atletiba-internet

Primeiros movimentos do Atletiba transmitido na rede.

Atlético e Coritiba bateram o pé, insistiram e hoje realizaram uma transmissão em conjunto com suas TVs digitais que entra para a história do futebol brasileiro como o primeiro clássico transmitido pela rede mundial de computadores.

Um exemplo a ser seguido pelos demais clubes.

Certa vez o Alex, que além do Coxa também brilhou por Palmeiras, Cruzeiro e Fenerbahçe da Turquia, disse que “Quem manda no futebol brasileiro é a Globo. A CBF é a sala de reuniões.”

Hoje, um primeiro passo para um futebol brasileiro moderno e interativo foi dado, pois enquanto ele estiver sob domínio da emissora oficial da ditadura militar, será essa coisa modorrenta que já se arrasta por décadas.

Cabe aos demais clubes terem coragem suficiente para seguirem o exemplo de Atlético PR e Coritiba.

Nesse futebol, sim, vale a pena apostar.

Um grande abraço e esteja sempre bem e em segurança.

Do teu amigo-irmão,

Lucas Rafael Chianello.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: