ANASTASIA, O FUJÃO

Deixe um comentário

17 de novembro de 2016 por Lucas Rafael Chianello

Anteontem, feriado nacional da Proclamação da República, o senador Antonio Anastasia (PSDB/MG) seria homenageado pelo maestro Agenor Ribeiro Netto durante uma apresentação da Orquestra Sinfônica de Poços de Caldas no Espaço Cultural da Urca, Teatro Benigno Gaiga.

Ocorre que ao saber da presença de manifestantes contrários à sua atuação política na defesa do golpe contra a legítima presidenta Dilma Rousseff (PT) e da agora Proposta de Emenda Constitucional nº 55/2016, em trâmite no Senado, o mandatário cancelou a agenda no evento.

Recorda-se que Anastasia relatou o processo de impeachment de Dilma Rousseff no Senado e deu parecer favorável à cassação do mandato da legítima presidenta sem que tivesse ocorrido crime de responsabilidade que justificasse a medida.

Durante a apresentação, manifestantes estenderam, silenciosamente, faixas em repúdio ao senador, o que foi criticado pelo maestro.

15152263_1251585124912632_1464933581_o

15127521_1251585801579231_1747420134_o

Manifestantes protestam contra o novo regime fiscal e contra a reforma do ensino médio.

Segundo os manifestantes, ele teria dito que existe hora e lugar para os protestos e que eles estariam no lugar e na hora errada, bem como a homenagem não seria política apesar de Anastasia ser político.

Ainda segundo os manifestantes, o maestro Agenor Ribeiro Netto teria anunciado, perto do final da apresentação, que Anastasia seria de fato homenageado e ele teria dito para que o senador não fosse ao local.

Entretanto, fotografias obtidas pelo Blog Chianéllico mostram que o senador esteve na cidade e foi homenageado às escondidas pelo maestro.

Típico de quem surrupia 54.501.118 votos à luz do dia, mas depois não tem coragem de aparecer em público nem em eventos noturnos.

A homenagem às escondidas teria ocorrido no Palace Hotel e contou com a presença do prefeito eleito de Poços de Caldas (MG), Sergio da Coopoços (PSDB), que diz que não é político.

img-20161116-wa00051

Ao centro, abaixo do telão, o senador e o maestro. O segundo, da direita para a esquerda, de camisa vinho, é o prefeito eleito.

Fuga do povo, homenagem às escondidas. O que no futebol se chama de "jogo de comadres."

Fuga do povo, homenagem às escondidas. O que no futebol se chama de “jogo de comadres.”

A Idade Média da era da eletrônica é assim: homenageia-se golpistas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: