O PT TEM TODO DIREITO DE DIZER QUE É GOLPE

1

5 de outubro de 2016 por Lucas Rafael Chianello

O autoritarismo tradicional na América Latina, que facilmente produziria uma imensa tese de doutorado, naturalmente nunca aceitou o PT.

Já dizia Tim Maia: “O Brasil é um país que não pode dar certo. Aqui, puta goza, cafetão sente ciúmes, traficante é viciado e pobre é de direita.”

A frase de Tim Maia está incompleta: aqui, servidor público defende a eficiência da iniciativa privada, pais de crianças defendem a redução da maioridade penal, mulher é machista, imigrante é xenófobo, homossexual é hétero normativo e jurista é defensor de julgamento de exceção.

Para aniquilar não só o PT, mas qualquer força progressista de esquerda no Brasil e na América Latina, o autoritarismo tradicional tem um grande aliado: a ausência de consciência de classe.

“Barriga de operário e cabeça de burguês”, como dizia Lenin, ao liderar a revolução russa.

Nenhum partido foi, e é tão achincalhado na história do Brasil, como o PT desde o dia de sua fundação.

Atualmente, a grande mídia, setores do Judiciário e do Ministério Público e partidos de direita trataram de investir numa sacrossanta guerra contra o partido que deu vez e voz aos mais pobres do país.

Para isso, vale tudo, sem qualquer escrúpulo, à luz do dia: impeachment sem crime de responsabilidade, discurso de louvor à ditadura e torturadores, condenações para depois se dizer qual é o crime, investida siderúrgica contra a reputação pública de líderes petistas, enfim, um sem número de atitudes agressivas claramente destinadas a criar um clima de ódio com um só objetivo: destruir o PT.

Se pararmos para pensar, o PT fez muito.

Enxovalhado diariamente pelo autoritarismo tradicional desde o dia de sua fundação, criou uma gama de direitos e perspectivas sociais sem precedentes na história do Brasil.

"Palhaços votaram o impeachment de Dilma como se fossem torcedores de futebol bêbados." - Irish Times.

“Palhaços votaram o impeachment de Dilma como se fossem torcedores de futebol bêbados.” – Irish Times.

Infelizmente, esse ciclo chegou ao fim com três golpes: o mensalão, a lava jato e o impeachment de Dilma Rousseff.

Esses três processos possuem uma característica em comum: a atuação dos julgadores sob o comportamento de quem já anunciou a sentença antes de proferi-la.

O devido processo, quando garantido, apenas aparentou a legalidade, pois nenhum processo é justo quando já se sabe seu resultado.

Tudo isso com um só objetivo: atacar a autoestima dos eleitores do PT, sequestrar suas consciências e tomar qualquer atitude contra o partido com base num falso clamor de opinião pública.

O princípio da reserva legal é autoexplicativo: “Não há crime sem lei anterior que o defina, nem pena sem prévia cominação legal.”

Errar politicamente não é crime, tampouco justifica atitudes de exceção dentro do Estado Democrático de Direito.

O PT, antes de tudo, é vítima de uma sucessão de ataques inclementes que visam sua destruição.

Sequestradas as consciências eleitorais e políticas, um dos golpes finais contra o PT é dar ares de legalidade ao seu processo de aniquilação mediante o resultado das eleições municipais, das quais São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte tiveram por vencedores os votos brancos e nulos.

Sintoma maior de criminalização da política, como se estivéssemos na Alemanha em 1933, não poderia haver.

Num país predominantemente cristão, culpa-se a vítima, da qual se exige penitência eterna.

Deltan Dallagnol que o diga.

Esqueçam tudo o que foi escrito neste artigo.

Sempre te dirão que a causa foi “os-erros-do-petê”.

Anúncios

Um pensamento sobre “O PT TEM TODO DIREITO DE DIZER QUE É GOLPE

  1. Raul Perillo disse:

    É isso mesmo, Lucas! Até quando?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: