A FARRA DO CARTÃO AMIGO

Deixe um comentário

14 de fevereiro de 2015 por Lucas Rafael Chianello

O transporte coletivo não é apenas um problema de Poços de Caldas (MG), mas de todo o Brasil, de todo o mundo. Atualmente, há cidades de diversos países que projetam suas ruas para pedestres e bicicletas, bem como priorizam fomentar o transporte coletivo.

Em São Paulo, a classe média muito bem descrita pela Marilena Chaui acha chique andar de bicicleta em Amsterdã, mas vocifera seus costumeiros impropérios preconceituosos contra o atual prefeito Fernando Haddad (PT) em razão da abertura de corredores de ônibus e ciclovias, enquanto Maricá (RJ), governada pelo prefeito Washington Quaquá (PT), instituiu a tão sonhada tarifa zero em trajetos percorridos por uma recém criada empresa pública de transporte coletivo.

Fato é que independentemente do modelo de transporte coletivo que se idealiza, em Poços de Caldas, a substituição dos bilhetes de passagem (vale transporte) por cartões magnéticos proporcionou uma prática fraudulenta: a “venda” do tal “Cartão Amigo”, nome dado pela concessionária do transporte coletivo ao cartão magnético com o qual se paga a passagem quando alguém passa pela catraca do ônibus.

O esquema funciona basicamente assim: quando você se coloca numa fila para entrar no ônibus, um sujeito te aborda e pergunta se você vai pagar em dinheiro. Se você responde que sim, ele te entrega o cartão em troca do dinheiro com o qual você pagaria a passagem. Depois de passar o cartão pelo leitor eletrônico, você o entrega para mais alguém que também tenha dado dinheiro ao cambista, em troca da utilização do cartão. Caso ninguém mais utilize, você devolve o cartão ao cambista pela janela do ônibus.

Detalhe: enquanto o tal “Cartão Amigo” é de utilização pessoal e intransferível, os cambistas do transporte coletivo portam mais de um cartão em suas mãos.

Segundo informações de cobradores, funcionários da concessionária de transporte coletivo, presentes nos arredores do terminal de linhas urbanas, o esquema é chamado de “vender o cartão”. A priori, é operado por empregados que trocam por dinheiro os créditos de passagem do cartão magnético, depositados pela empresa na qual trabalham, para que possam ir a um posto de gasolina, abastecerem seus veículos e utilizarem o transporte individual ao invés do transporte coletivo. No entanto, a explicação é rasa. Como os cambistas trocam passagens do “cartão amigo” para irem trabalhar em transporte individual com quatro ou cinco cartões diferentes em suas mãos? Como os cambistas trocam passagens do “cartão amigo” para irem trabalhar em transporte individual quando muitas vezes é prontamente possível reconhecer as “figurinhas carimbadas” que sempre te perguntam se você vai pagar no cartão ou no dinheiro?

A mobilidade urbana é um problema cada vez mais crônico no Brasil, um país continental que ao contrário de muitos países menores que muitos Estados brasileiros, prioriza o transporte individual. Em Poços de Caldas esse problema é ainda mais crônico a partir de um sistema de linhas pseudo-integrado implantado na administração do então prefeito Paulo Cesar Silva, o Paulinho Courominas, na época filiado ao PPS, hoje no PMN.

Dizer que precisamos resolver o problema do transporte coletivo na nossa cidade, no nosso Estado e no nosso país é chover no molhado. É óbvio. Porém, esses problemas não serão resolvidos trocando-se dinheiro por utilização de “Cartão Amigo” de terceiros, pois a partir do momento em que um cambista te aborda para que assim aconteça, somente se incentiva, de forma clandestina, o transporte individual, a principal causa do problema da mobilidade urbana no Brasil.

Passageiros aguardam um ônibus que os transportará no terminal de linhas urbanas em Poços de Caldas. Provavelmente serão abordados por alguém que perguntará: "Vai pagar com dinheiro".

Passageiros aguardam um ônibus no terminal de linhas urbanas em Poços de Caldas. Serão abordados por alguém que perguntará: “Vai pagar com dinheiro”?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: