INCONDICIONALMENTE COM MARIA DAS GRAÇAS SILVA FOSTER

Deixe um comentário

23 de dezembro de 2014 por Lucas Rafael Chianello

O Blog Chianéllico defende veementemente a permanência de Maria das Graças Silva Foster na presidência da Petrobras.

Primeiramente, é preciso considerar a atual realidade dos fatos.

Nos encontramos numa crise sem precedentes do capitalismo nunca vista desde o crack da bolsa de Nova Iorque em 1929. Crises essas que ao mesmo tempo em que deixam cicatrizes na economia mundial, fazem da alguns especuladores, já ricos, ficarem ainda mais ricos.

É óbvio que a Petrobras encontra-se sob intenso ataque uma vez que alguns poderosos visam extrair dela seus dividendos petrolífero-econômicos dentro da atual conjuntura, ainda mais em tempos de descobertas de grandes jazidas do pré-sal que serão exploradas sob o regime de partilha.

Por outro lado, recentemente tivemos no Brasil a divulgação do relatório da Comissão Nacional da Verdade, que nos revelou detalhes de diversas atrocidades cometidas pelo Estado brasileiro dirigido autoritariamente por setores das Forças Armadas subservientes aos interesses do capital estrangeiro.

Durante esse tempo, qualquer cidadão comum brasileiro esteve passível de sofrer, e muitos sofreram, processos judiciais de exceção nos quais eram interrogados sob tortura e presunção de culpa.

A atual Constituição de nosso país, eu seu artigo 5º, inciso LVII, é clara ao pronunciar que “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”.

Por sua vez, os tradicionais veículos de comunicação do Brasil, os quais apoiaram o golpe militar em 1964, podem noticiar o que quiserem. Nunca terão fé pública para apontarem quem é corrupto e quem não é. Mídia é uma coisa. Tribunais e processos administrativos e judiciais, outra.

Não nos encontramos mais na Idade Média, período em que a Inquisição, através das ordálias, demonstrava quem era culpado ou inocente.

Não nos encontramos mais na ditadura, período em que os cidadãos brasileiros comuns, sem qualquer garantia de direitos, prestavam depoimentos sob tortura em instâncias judiciais destinadas a julgar membros das Forças Armadas.

Abaixo o linchamento midiático generalizado.

Abaixo a presunção de culpa e o assassinato sumário de reputações.

Dilma Rousseff está certa em defender Maria das Graças Silva Foster publicamente. Numa democracia todos são inocentes até que se prove ao contrário.

Dilma Graça Foster

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: