MORGAN FREEMAN E O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

1

20 de novembro de 2014 por Lucas Rafael Chianello

Por Ricardo Senegal, cidadão ativista da igualdade racial.

Todos os anos, na iminência do Dia da Consciência Negra ou na própria data, vemos inúmeras manifestações contrárias a ela baseadas em supostas declarações feitas pelo ator americano Morgan Freeman. Pois bem, necessário que se analise o seguinte: o contexto em que vive o ator e o negro americano.

Todos nós sabemos que o racismo nos estados nos Estados unidos é muito mais explícito, ao passo em que aqui no Brasil é uma coisa velada e hipócrita. Esse histórico de lutas contra a segregação racial encabeçada por Martin Luther king, Malcom X e tantos outros gerou no negro americano um sentimento de orgulho pela etnia e seus antepassados. Coisa que no Brasil não ocorre, pois infelizmente (sem generalizar) grande parte dos negros brasileiros não tem essa consciência de raça que o negro americano tem.

Mesmo com todas as mazelas impostas ao negro americano através do racismo e da discriminação que existem por lá também, talvez até mais forte do que aqui, o negro americano sabe se defender e tem orgulho de ser negro. Talvez lá nos Estados Unidos não precise mesmo de um dia da consciência negra, pois a maior parte dos negros tem consciência da luta de seus antepassados por seus direitos, conhecem a história de seus ídolos nacionais.

Aqui no Brasil alguns negros (mais uma vez sem generalizar) desconhecem a história de Zumbi dos Palmares, que aceitam a hipótese de mitificação sobre sua figura. Outros negam sua própria negritude baseados em miscigenações familiares e juram que não são negros.

O brasileiro, seja ele branco ou negro (de novo sem generalizar), aceitou o mito da democracia racial e da princesa bondosa goela abaixo.

O Dia da Consciência Negra, fundamental para que se possa, além de celebrar a figura de Zumbi dos Palmares (mitificações, certezas, e incertezas à parte), é também um momento de reflexão para todos, mas principalmente para nós negros, para que haja uma maior coesão entre nós em busca de direitos e igualdades sem demagogia. Talvez estejamos a anos luz disso, mas chegará o dia em que poderemos somente celebrar o Dia da Consciência Negra sem ter a necessidade de entrar em polêmicas, trazendo à tona temas tão delicados como o racismo e a descriminação. Espero que um dia possamos celebrar, como os orientais fazem, a nossa religiosidade, aspectos de nossa cultura e nossos heróis nacionais.

Voltando ao Morgan Freeman, é inegável seu talento. Em minha opinião, ele é, ao lado de Denzel Washington, um dos maiores atores do mundo. Mas temos que ver que ele não é nenhum teórico ou estudioso do assunto. Assim como eu e tantos outros negros, Morgan Freeman deve ter em alguns momentos na vida conhecimento de causa para falar sobre o assunto. Mas hoje em dia o racismo não deve lhe afetar tanto assim visto que ele é Morgan Freeman.

Depois temos que refletir se a tradução desse vídeo não é um tanto quanto duvidosa e tendenciosa…

Para saber mais sobre a polêmica com Morgan Freeman sobre o Dia da Consciência Negra:

USARAM MORGAN FREEMAN PARA DESLEGITIMAR A LUTA CONTRA O RACISMO NO BRASIL

Anúncios

Um pensamento sobre “MORGAN FREEMAN E O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

  1. Paulo rezende disse:

    Aguinaldo Timóteo é homofóbico e radicalmente contrário ao dia da consciência negra, às políticas de cotas etc. Não se acha negro nem gay…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: