FASCISTAS

Deixe um comentário

10 de novembro de 2014 por Lucas Rafael Chianello

Por Francisco Marshall, historiador e arqueólogo, professor do Departamento de História do IFCH-UFRGS.

Há o cheiro fétido de fascismo no ar.

Passeatas pedindo golpe militar, o ataque à democracia e ao Memorial Prestes; açodamento de mobilizações pseudo-moralizadoras, irracionalidade comandada por megafone. Alegando ódio e medo à ditadura comunista, atacam a democracia, violam, querem prosperar na intolerância e na violência. Julgam-se justiceiros. Eis de volta a histeria anti-comunista, paranóica, que vê ameaça vermelha por tudo.

Atenção.

Mais serenidade, aos que apostam nesta senda funesta. Lembrem que Mussolini acabou fuzilado e teve seu cadáver enforcado (!), pelo povo, a 28 e 29/04/1945.

A economia da violência fascista é ruim para todos. Política se faz com palavras, conceitos, argumentos, persuasão, legalidade, educação, visando ao bem comum. E se respeita a decisão coletiva.

Queima de livros nazistaNa imagem, a célebre queima de livros de 10 de maio de 1933, em Berlim, marco da intolerância daquela época tenebrosa. Queimaram livros de Albert Einstein, Bertolt Brecht, Heinrich Heine, Thomas Mann, Karl Marx, Sigmund Freud, Ernest Hemingway e H.G. Wells, entre outros. Os fascistóides atuais acenderiam com prazer aquela fogueira.

Attento! Achtung! Alerta!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: