SEIS ANOS DA HECATOMBE

Deixe um comentário

15 de setembro de 2014 por Lucas Rafael Chianello

Por Diogo Costa. Sobre o estopim da atual crise do capitalismo.

O letreiro do banco Lehman Brothers é retirado do edifício onde o banco funcionava.

O letreiro do banco Lehman Brothers é retirado do edifício onde o banco funcionava.

Hoje se completam exatos 06 anos da quebra do banco Lehman Brothers, no dia 15 de setembro de 2008.

Era também uma segunda-feira.

A quebra desse banco originou um Crash no sistema financeiro internacional, algo que só havia acontecido no famoso Crash de 24 de outubro de 1929.

O governo federal na época, capitaneado pelo Partido dos Trabalhadores e sob o comando de Lula, contava com apenas 05 anos, 08 meses e 15 dias de existência.

Ou seja, em mais da metade do seu tempo de existência (11 anos, 08 meses e 15 dias) os governos do PT tiveram de lidar com os danosos efeitos da maior crise econômica e financeira havida desde 1929.

Os resultados dessa administração, em meio ao turbilhão da crise, são amplamente satisfatórios.

Temos hoje pleno emprego, inflação controlada e dentro da meta, distribuição de renda e diminuição das desigualdades sociais.

Isto se deve às políticas anti-cíclicas empreendidas por Lula e Dilma Rousseff nestes últimos 06 anos.

O contraste ao acerto petista pode ser verificado nos países europeus, garroteados pelo Banco Central mais autônomo e independente do mundo.

Lá no velho continente os níveis de desemprego continuam altíssimos e vários direitos econômicos e sociais conquistados a duras penas, durante décadas, foram solapados.

A começar pelos cortes brutais nos orçamentos da saúde, da educação e da previdência social, cujos efeitos perversos são sentidos principalmente pelas classes laborais.

O neoliberalismo ruiu de fato em 2008, mas enquanto ideologia permanece extremamente forte.

Forte e mistificador (basta ver a estapafúrdia proposta que circula atualmente na campanha eleitoral, de conferir autonomia formal – independência – ao Banco Central).

Aqui no Brasil essa vertente neoliberal, fracassada e responsável pelo Crash de 2008, possui nas candidaturas de Aécio Neves e de Marina Silva os seus mais fieis defensores.

Deveriam eles tentar ir até a Grécia ou a Espanha e defender em praça pública tais teses…

Não seria algo, digamos assim, muito aconselhável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: