CARTA ABERTA AO COMPANHEIRO HUDSON LUIZ VILAS BOAS

6

6 de outubro de 2013 por Lucas Rafael Chianello

Sobre a filiação do Vladimir Safatle no PSOL

Prezado Hudson, em primeiro lugar, de coração: perdão. Admito que o PSOL toca minhas disposições estomacais quando o vejo fazer uma crítica ao PT. Portanto, perdão pelas palavras utilizei no teu e no meu mural sobre o assunto, uma vez que foi gentileza tua me colar numa postagem sobre a filiação do Vladimir Safatle na referida sigla.

E você tem razão: significa muito mais do que as especulações em torno da U.S.Mariner Silva.

Mas Hudson, perdão novamente. Não dá. Não dá para aceitar críticas ao PT vindas do PSOL ou tendo por base filiação de determinados intelectuais que optaram pela sigla.

Dias atrás, numa atividade de investigações sobre sedes de tortura na época da ditadura, o Senador Randolfe Rodrigues foi agredido pelo Bolsonaro. Toda a solidariedade a ele. Mas para por aí. Randolfe, junto com Aécio, Marina e afins, é uma das grandes vozes da oposição de direita ao Governo Dilma.

O Plínio, que com todo respeito a seu sobrenome, está mais para Salgado do que para Arruda, se tinha alguma trajetória de luta de esquerda ao longo de sua vida, a jogou na lata do lixo ao defender com unhas e dentes a atuação do Joaquim Barbosa no processo de exceção acontecido no Brasil desde a ditadura: a Ação Penal 470, apelidada pela grande mídia de “processo do mensalão”.

O mesmo Plínio que defendeu o voto no Serra no segundo turno das últimas eleições municipais para que se derrotasse Haddad e a quadrilha do PT. O mesmo Plínio que impediu a vitória do Raul Pont sobre a Velha Articulação, no PED de 2005, ao liderar a desfiliação em massa de sua tendência, a Ação Popular Socialista.

E quanto a Heloisa Helena? O PSOL foi pra ela, num primeiro momento, o que a Rede seria para Marina. HH perdeu o debate no PT, foi expulsa e criou o PSOL. Na qualidade de candidata a Presidente, disse que Lula era igual ao Collor, que no seu governo não mandaria nem o Chávez e nem o Bush e que enviaria tropas militares para a Bolívia em razão da nacionalização do gás promovida pelo Evo Morales.

Minhas críticas ao Freixo deixo para outro dia. Para não passar em branco, só pra constar que nesta semana houve uma gentil troca de elogios com seu xará, o Tas.

Com seus poucos meses ou anos de existência, o PSOL foi um dos partidos que, simplesmente para se colocar como oposição ao Governo Lula, votou contra a CPMF. Lá se foram bilhões que seriam destinados à saúde a partir de um imposto praticamente impossível de ser sonegado.

Quanto aos seus intelectuais, por mais apurados que sejam seu conhecimento teórico, a decepção é grande quando os vemos justificar atitudes de direita para qualificar o PT como direitista. Nas palavras do Valter Pomar, “Acontece: saem do PT, criticando os que fazem alianças com a direita. E terminam aliados com a direita, contra o PT.”

Enfim, Hudson, tendo você por informação, fiquei sabendo que o Safatle foi um dos quais se empolgou com aquilo que chamo de Marchas Juninas Sobre Roma. Até onde sei, cartazes dos quais constam que beneficiário do bolsa família deveria ter o título de eleitor suspenso ou que a classe média é explorada, não dizem a nosso respeito. Pouco menos solicitar que o Haddad baixe a tarifa do transporte coletivo ao dizer que não se gosta de políticos, mas de Ramones.

O Safatle, intelectual de esquerda de envergadura respeitável, foi para o PSOL? Ótimo. Vivemos numa democracia e temos o direito de associação àquilo que concebemos coerente. Mas o mesmo direito que possuem de criticar o PT é o direito que tenho de defender o PT das críticas e de criticar os outros também. Ou o PT não tem o direito de examinar as críticas que lhe são feitas?

Legítimo que o PSOL lance o Safatle candidato a governador de São Paulo nas próximas eleições, mas como diria Marx, meu caro Hudson, e já cansamos de ler isso nas tese sobre Feuerbach, “Os filósofos interpretaram o mundo de diferentes maneiras. É preciso transformá-lo”. Na qualidade de um singelo marxista que já participou de convenções nacionais e estaduais de solidariedade a Cuba, sei o quanto não deve ter sido fácil ao Alexandre Padilha defender a contratação de médicos cubanos para o programa Mais Médicos.

Talvez tenha sido a medida mais à esquerda tomada pelo governo, inclusive do ponto de vista ideológico, desde quando o Lula foi eleito. Se o Padilha é o Ministro da Saúde do Mais Médicos, se o Padilha é o Ministro da Saúde da contratação dos médicos cubanos, se o Padilha é o Ministro da Saúde que enfrentou o corporativismo do Conselho Federal de Medicina, nada mais justo que seja o meu candidato.

Tenho críticas ao PT e ao governo? Claro que tenho. Mas qualquer crítica que se dirija ao PT tendo por fonte o PSOL, braço esquerdo da direita (vide as razões acima), são críticas que moldam o PT à direita a partir do momento em que são aceitas.

O PSOL e sua "oposição À esquerda" aos governos do PT.

O PSOL e sua “oposição à esquerda” aos governos do PT.

¡Pátria, socialismo o muerte! ¡No vamos vencer, estamos venciendo!

Grande abraço!

Anúncios

6 pensamentos sobre “CARTA ABERTA AO COMPANHEIRO HUDSON LUIZ VILAS BOAS

  1. Julio disse:

    Olha, vou te presentear aqui com um assunto que pode render muito conteúdo pro seu blog. Essa é uma notícia do ano passado:

    http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2012/10/roberto-amaral-vice-do-psb-201ca-direita-nao-vai-nos-usar-201d

    Não vi ninguém a resgatando e comentando sobre. Agora é o que os blogs progressistas acusam o PSB de estar fazendo nos dias de hoje.

  2. Julio disse:

    Não foi a pergunta que eu fiz. Sou filiado ao DEM, li o texto, que me reforça a impressão de que os petistas pensam que são os únicos representantes autênticos da esquerda no Brasil (que na verdade tem uma hegemonia de partidos de esquerda, do PCO ao PSDB)

  3. Creio que a pergunta deveria ser outra: o único partido que deve se submeter às críticas é o PT?

  4. Julio disse:

    O único partido de esquerda no Brasil é o PT?

  5. Insisto: a partir do momento em que a fonte de autocrítica é o PSOL, o PT se molda à direita. Se os fatos mencionados no meu artigo não são o suficiente, então o debate está exaurido e ninguém quer se convencer de estar errado porque é necessário que se critique o PT.

    Deixa pra lá…

  6. Companheiro Chianello,
    Os erros cometidos pelo PSOL que você tão bem elencou fazem parte da contradição dos seres humanos, afinal, o PSOL é humano e não divino. Vou pegar apenas um: Marcelo Freixo elogiou Marcelo Tás (me embrulha o estômago o tal do Tás), mas o que dizer de Lula elogiando Sarney dizendo que ele não é um homem comum? Portanto, dá pra ver que somos todos humanos. Quanto as manifestações de Julho, sincera e honestamente, não me lembro de ter visto Safatle defender a suspensão do título de eleitor dos beneficiários do Bolsa Família ou algo parecido. Quanto a eleição de Haddad, Safatle foi responsável pelo programa de governo na área da Cultura, portanto, é de se imaginar que tenha votado em Haddad. Sei que Safatle não tem a menor condição de se eleger governador, mas certamente trará um discurso diferente do tradicional trololó. Por fim, todo o respeito a Alexandre Padilha e reconheço ser ele “um” dos responsáveis pelo Mais Médicos e pela vinda de médicos estrangeiros (sobretudo cubanos). Todavia isso não quer dizer que ele seja (na minha opinião) o melhor nome do PT para disputar o governo paulista. Só pra encerrar, será que o governo federal bancaria o Mais Médicos caso não tivessem havido as manifestações de Julho? Vamos lembrar que o próprio Padilha, antes das manifestações, chegou a dar entrevista afirmando que médicos cubanos não viriam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: