HOLANDESES HONORÁRIOS

Deixe um comentário

1 de abril de 2013 por Lucas Rafael Chianello

Ontem eu verificava no facebook, logo pela manhã, que o músico holandês Thijs van Leer completava 65 anos.

Libertador, nas palavras de Rick Wakeman, o rock progressivo é um ritmo musical único, diferente de tudo, no qual seus compositores se utilizam das mais variadas técnicas para tratarem sobre os mais variados assuntos, muitas vezes com letras que viajam na maionese.

Muitos são os gênios desse ritmo e Thijs van Leer é um deles. Soube, ao liderar o Focus, conciliar como ninguém o jazz, o rock e a música clássica. Apesar de algumas letras, o que realmente marca em Thijs van Leer são suas composições instrumentais.

O Focus já esteve em Juiz de Fora, pouco antes de eu ir morar lá. E em Pouso Alegre, na época em que eu morava em Juiz de Fora. Juro, portanto, que não perco por nada a oportunidade de vê-lo ao vivo, caso esta surja novamente! Quando soube, o show já tinha acontecido.

Vida longa a Thijs van Leer, pois! A seguir, confiram sua atuação na faixa Hamburger Concerto, o maior clássico do Focus. Para que possam identificar, é o organista.

O Botafogo vive uma nova fase em sua história recheada de ídolos. Da atual geração, Jefferson e Loco Abreu já marcaram seus nomes. Garotos vindos da base também podem deixar sua marca. Destaque para o zagueiro Dória, que nem percebemos ter apenas 18 anos e já exerce comando com autoridade na defesa alvinegra.

Porém, o atual ídolo do clube é um surinamês naturalizado que do alto dos seus 37 anos, hoje completados, corre mais do que muito menino os 90 minutos do jogo. Basta você chegar num torcedor botafoguense e pedir para ele falar o nome de um jogador do time, com certeza o primeiro que virá a cabeça será o do holandês Seedorf.

O último título de expressão conquistado pelo Botafogo foi o Brasileiro de 1995. Santista, com razão, reclama do Márcio Rezende, mas se esquiva da provocação de já ganhou antes da finalíssima.

Fato é que está mais do que na hora do Botafogo voltar a vencer títulos de expressão que estejam de acordo com a sua história. Seedorf, com certeza, é um grande indicado a liderar essa conquista.

Enquanto esse título de expressão não vem, deixo a seguir os melhores momentos do jogo que mais marcou até aqui a passagem de Seedorf pelo Botafogo.

Saudações alvinegras!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: