APÓS A BANDEIRADA: TEMOS UM CAMPEONATO

1

20 de março de 2013 por Lucas Rafael Chianello

Nos treinos livres, Vettel. Pole? Vettel. Conclusão: Vettel tetracampeão. Conclusão precipitada.

Exceto em 2011, de 2010 pra cá a F-1 teve temporadas muito interessantes, dando uma resposta à altura àqueles que dizem que não tem mais graça. E este ano, ao contrário do que já estávamos achando, não será diferente. Não voltamos a 2011, quando Vettel fez poles, venceu corridas e dominou o campeonato com o chamado “pé nas costas”, mas as próximas corridas vão mostrar se voltamos a 2010, temporada marcada por inquestionável domínio rubro taurino nas classificações, mas com nenhum favorito às vitórias.

Os pessimistas de plantão que se recolham, pois 2013 dará o que falar.

O homem de gelo voltou para vencer.

O homem de gelo voltou para vencer.

Sobre a corrida em si, o que dizer de Kimi senão que o cara é demais? Da mesma forma que a Red Bull mostrou que não estava de brincadeira quando chamou Adrian Newey para projetar seus carros, a Lotus, após o acidente com Kubica num rali, viu que precisava de um piloto de ponta para chegar aonde quer. E os resultados já estão aí: Kimi venceu o GP de Abu Dhabi no ano passado, chegou em terceiro no campeonato e terminou todas as corridas. Só não lutou pelo título por deficiência de ritmo da própria equipe. E neste ano começa a temporada como o líder do campeonato.

Fora da pista, Kimi é também uma grande atração. Quem não se lembra daquele GP da Malásia de 2009, quando ao ver que não teria mais corrida, Kimi, ainda na Ferrari, sacou um sorvete da geladeira sem nenhuma cerimônia? Neste final de semana não foi diferente. Chove, não molha, tem ou não tem classificação e Kimi emenda que preferiria a classificação em outro horário para ficar acordado até mais tarde. Depois da corrida, quando até então todos cagavam de medo de Vettel/Red Bull, o sujeito, na maior tranquilidade, diz que foi uma de suas vitórias mais fáceis. Personagem único do grid.

Alonso tem motivos para se animar. Maranello dispensou o projeto de “la carrozza” e deu ao asturiano um carro com ótimo ritmo de corrida. Por sua vez, Vettel não tem com que se preocupar. Muitas de suas poles podem tranquilamente serem convertidas em vitória.

O GP da Austrália nos mostrou que temos um G3 na luta pelo título: Red Bull, Lotus e Ferrari. Assim, Vettel, Kimi e Alonso despontam como os grandes postulantes ao título. Vez ou outra a Mercedes pode dar ali o ar da graça com Hamilton. Aliás, a equipe foi muito feliz em contratá-lo.

Enquanto isso, Sutil mostra que não desaprendeu e coloca a Force India como uma das melhores equipes intermediárias. Já Williams e McLaren fizeram ótimos carros para pelotões intermediários de corridas de avestruz.

O ponto negativo de tudo é voltar a acompanhar as transmissões das desorganizações grobo bosta. Gente, pelo amor de deus! Primeiro que, com todo respeito ao Massa, o Alonso tem tudo para terminar a carreira como um dos dez maiores pilotos da F-1 de todos os tempos, se já não o é. Legal, Massa voltou a ser o arrojado de sempre, o confiante de sempre que conhecemos de quando lutou pelo título de 2008, mas não tem dessa de que a Ferrari estragou a corrida dele.

Acima de tudo, F-1 é matemática. Com dois pontos de utilização da asa móvel em Melbourne, Massa não conseguiu ultrapassar Vettel, que tinha um carro com rendimento inferior. Terminou aproximadamente 10 segundos atrás do atual tricampeão. E Alonso, aproximadamente 10 segundos a frente. 10 + 10 = 20 segundos atrás do companheiro de equipe. Não tem desculpa, não tem teoria da conspiração. Méritos de Alonso que por  decisão própria mudou a tática, segundo o que consta de algumas informações.

E vamos ao GP da Malásia.

Anúncios

Um pensamento sobre “APÓS A BANDEIRADA: TEMOS UM CAMPEONATO

  1. Lucao disse:

    Só não concordo totalmente sobre o Massa…pra mim, ele não voltou a ser o piloto arrojado de outrora, e acho que foi um pouco prejudicado sim. Claro que não justifica sua queda de rendimento no fim da etapa, mas ele perdeu posições de forma desnecessária devido as 3 voltas a mais que deu depois da 1º parada do Alonso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: