PNEUS CHICLETE NO ALGARVE

Deixe um comentário

27 de janeiro de 2013 por Lucas Rafael Chianello

Nada novo por enquanto. Algumas cadeiras precisam que seus candidatos a abundantes as preencham. De novo mesmo são as configurações da borracha que a Pirelli disponibilizará para a temporada 2012. Primeiro, mudou-se a identificação dos pneus médios: antes tinham a inscrição da marca em cinza. Agora será laranja. Posteriormente, calcula-se que os compostos desta temporada sejam 0,5 segundo mais rápidos que os do ano passado.

Muita gente que não encontrar o fio da meada ao desenvolver o carro vai culpar, com certeza, os pneus chiclete da Pirelli. Bobagem, pois os pneus são chiclete para todo mundo. O grande problema será saber até onde o resultado é honesto. Imaginemos a seguinte situação: um primeiro colocado virando tempos de volta bem mais rápidos que o segundo colocado. Porém, seus pneus se degradarão mais rápido, o que fará com que ele tenha problemas com compostos mais desgastados. Daí, precisará andar mais devagar para economizar pneus ou entrar nos boxes para chegar no final da corrida. O que estava em segundo venceu, pois teve menos desgaste em seus compostos e, na pista ou nos boxes, ultrapassou o primeiro colocado sem qualquer oferecimento de resistência.

Até onde eu sei, corridas de automóvel servem para vermos qual o conjunto carro-piloto é mais rápido. Eis o grande problema dos pneus chiclete fornecidos pela Pirelli: ser mais rápido, o objetivo do jogo, poderá ser o passo para a ruína. Logo, um dos grandes desafios dos engenheiros para 2013 será justamente projetar carros os mais velozes possíveis que economizem pneus o máximo que puderem.

Ao contrário do que pensamos, os pneus chiclete não são protagonistas de corridas improváveis. A Pirelli vai para a sua terceira temporada como fornecedora exclusiva de pneus da F-1. Reparem que em 2011 os pneus se degradavam muito mais rápido do que em 2012. Porém, enquanto em 2011 Vettel ganhou com “um pé nas costas”, em 2012 tivemos uma das mais equilibradas temporadas da história.

Pneus mais macios para 2013.

Pneus mais macios para 2013.

Isso sem falar da situação que presenciamos diversas vezes nas últimas duas temporadas: por mais incrível que se possa parecer, os pneus chicletes vão embora de uma hora pra outra, assim como a água se torna vinho, o que pode ser o suficiente para detonar a corrida do sujeito.

Não tem dessa de abordagem agressiva, de surpresa, de se colocar nos pneus o componente básico de corridas emocionantes e imprevisíveis, pouco menos na asa móvel, a coisa mais ridícula que já se inventou para se fazer ultrapassagens. Se querem uma F-1 equilibrada, é preciso que se elabore um regulamento técnico e financeiro que permita a todos, na pior das hipóteses, o mesmo ponto de partida. Enquanto algumas equipes tiverem orçamentos 10, 15, 20 vezes maiores do que o de outras, a competição será disparitária.

E por que citamos asfaltos lusos no título desta postagem? Porque o calendário deste ano ainda tem 19 etapas previstas, com a data de 21 de junho reservada para um eventual novo GP. As negociações com a Turquia foram por água abaixo. Agora, fala-se que França e Portugal poderiam compor o calendário, enquanto o GP da Alemanha segue ameaçado pelos problemas financeiros do circuito de Nurburgring. Com pneus chiclete ou não, Portugal e França não podem ficar de fora do calendário.

Já que estamos falando de Portugal, longe de mim ser sennista, crer que ele é para nós como Dom Sebastião foi para nossos colonizadores: aquele que viria para salvar o país. Mas por tudo que Senna representa para a F-1 enquanto piloto, foi em terras lusas que ele conquistou sua primeira vitória, assim como um dos maiores pilotos de todos os tempos, Alain Prost, era francês. Portugal e França possuem credenciais muito maiores do que Bahrein, China, Cingapura e Coreia do Sul para receberem GPs.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: